Milton Rocha Cirurgia Plástica e Reconstrutiva em Recife - Pernambuco

Abdominoplastia (Cirurgia do Abdômen)

Navege através do menu inferior da animação para ver passo-à-passo como é realizada a cirurgia de Abdominoplastia
A animação acima tem apenas o caráter explicativo e orientativo. São homologadas pela 'American Society of Plastic Surgeons'. Nem todas as animações traduzem fielmente técnicas utilizadas, as quais podem variar de acordo com cada paciente em função do diagnóstico e indicação específica após a realização da consulta médica presencial.
Cirurgia do abdômen

Descrição

Gestações, oscilações de peso e flacidez da musculatura podem levar a um abaulamento do abdome, com excesso de pele e gordura que levam a perda do contorno corporal. Muitas vezes, mesmo com a realização de exercícios físicos e dietas balanceadas não conseguimos corrigir essas alterações com eficiência, sendo então indicada correção cirúrgica associada.

Abdominoplastia é a cirurgia plástica de abdome, realizada para retirar o excesso de pele e gordura da região, corrigir a flacidez muscular, e melhorar o contorno corporal, podendo ser associada a lipoaspiração.

Deve-se lembrar que a abdominoplastia remove apenas o excesso de pele e a gordura abdominal abaixo da região do umbigo, não removendo a gordura nas laterais do abdome, os famosos “pneuzinhos”. Para isso, deve-se associar uma lipoaspiração. Em muitos casos a estética abdominal adequada pode ser obtida apenas com o uso desta técnica. Nos pacientes que tem gordura localizada e pouca flacidez de pele, a lipoaspiração sozinha pode ser suficiente para proporcionar um bom resultado.

Indicações

Existem pacientes que apresentam características do abdome que não se encaixam na indicação da abdominoplastia clássica e também não se beneficiam da lipoaspiração como forma única de tratamento. Nesses casos pode ser indicado o chamado miniabdome, ou abdominoplastia com cicatriz reduzida associada ou não a lipoaspiração. A miniabdominoplastia é indicada quando há excesso de pele e gordura somente na região abaixo do umbigo. Embora as duas técnicas sejam relativamente semelhantes, as cicatrizes resultantes são normalmente menores após o miniabdome, devido à remoção mais econômica de tecido. Nesses casos, o umbigo não sofre intervenção, permanecendo no mesmo lugar.

Durante a consulta, o cirurgião deve avaliar adequadamente as deformidades, isoladas e em conjunto, para definir a proposta cirúrgica mais adequada de forma indivualizada. Existem diversas classificações para os tipos de deformidades abdominais e um tratamento ideal para cada uma.


Procedimento cirúrgico

A abdominoplastia ou dermolipectomia é sempre realizada em hospital, sob anestesia geral ou peridural combinada a uma sedação. A alta costuma ser dada 24 horas apos a cirurgia.

A cicatriz da abdominoplastia é posicionada em cima do púbis (como na cesárea), prolongando-se para as laterais. O objetivo é que ela fique escondida quando a paciente estiver de biquíni ou roupas íntimas.


Pós-Operatório

No pós-peratório, você deverá permanecer na cama por 24 horas após a cirurgia, quando então poderá começar a andar, evitando manter o tronco ereto por 10 dias, período no qual você deve permanecer em casa com atividades leves. Não costumam haver dores no pós-operatório. Deverão ser evitados esforços, dirigir automóveis e carregar peso por um mês. Exercícios físicos estão liberados após 2 meses, e até lá você deverá usar cinta modeladora para maximixar a aderência dos tecidos e acelerar a reabsorção do inchaço. O retorno à clínica será feito após 7 dias. Os pontos serão retirados até o 15º dia.

Algumas sessões de drenagem linfática geralmente são indicadas para acelerar a sua recuperação.

O resultado obtido com uma cirurgia de contorno corporal bem indicada é um alto nível de satisfação das pacientes, com melhora da postura e qualidade de vida.

Saiba mais sobre a Abdominoplastia. Ligue (81) 3019 0909 e agende uma consulta.

Cirurgias relacionadas


“As informações oferecidades neste site seguem os princípios da resolução do CFM 1974/2011 e do código de conduta Web de medicina e saúde, tem o propósito de educar e informar e não necessariamente são técnicas praticadas pelo cirurgião. Não substitui opinião médica em atendimento formal. A publicação de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento”.

Redes sociais