Plásticas após a gravidez: principais cuidados

Ter um filho, carregá-lo em seu ventre por nove meses e ver a luz daquele pequeno ser iluminar a sua vida é realmente uma realização. Poucas coisas no mundo podem se comparar a alegria de ter uma criança. Entretanto, em relação à recuperação da mãe, o período pós-gravidez pode carregar uma certa insatisfação em relação as gordurinhas e flacidez herdadas da gravidez, principalmente após mais de uma.

Saiba que essa situação é mais do que comum, e, depois de tantas alterações corporais, é normal que seu corpo pareça estranho após esse período. Por isso, muitas mães procuram o cirurgião plástico no período pós-parto para fazer uma abdominoplastia e reverter algumas das marcas indesejadas no corpo.
O procedimento tem potencial para corrigir a flacidez, as estrias que se formam devido à distensão da pele, a frouxidão da musculatura para poder conferir o efeito de barriga retinha, além de ajudar a mulher a perder o peso que adquiriu. Isso porque, logo após o parto e nos primeiros meses, a mulher vai perdendo naturalmente peso, entretanto, se livrar da gordura pode ser um processo mais difícil.
Diferente de outros casos, as cirurgias plásticas após uma gravidez devem ser acompanhadas com muito cuidado. Isso porque não é exatamente após o parto que uma mulher pode se submeter a essas intervenções cirúrgicas. O prazo ideal é depois de seis meses do parto - e a mulher não pode estar amamentando, pois a cirurgia pode afetar a amamentação.
No pós-operatório, a paciente tem que andar cerca de uma semana curvada, para não correr o risco de esticar a cicatriz, ela também não pode pegar peso ou fazer qualquer tipo de esforço físico durante um mês. Outra recomendação é utilizar uma cinta modeladora durante todo esse tempo, que só pode ser retirada para tomar banho, e fazer bastante repouso.
Outra coisa que a mulher deve ter em mente é que a cicatriz que fica não é exatamente pequena, mas é possível deixá-la dentro da marca do biquíni. Além disso, para mulheres que realizam parto cesariano, a cicatriz desse procedimento pode ser aproveitada para outras cirurgias plásticas, reduzindo o número de cicatrizes.
Se consulte com o seu obstetra e busque mais informações para, só então, entrar em contato com um cirurgião plástico e planejar esses procedimentos.