Otoplastia

Como a Otoplastia (orelhas em abano) é feita

Otoplastia

DESCRIÇÃO

A orelha em abano é uma deformidade estigmatizante e que acarreta, especialmente em crianças, traumas emocionais profundos e dificuldadee de socialização.

Não existe uma idade ideal para se fazer a cirurgia de correção da orelha em abano, mas recomenda-se como idade minima os 06 anos anos, período em que a orelha já está totalmente formada e praticamente com seu tamanho definitivo. Além do mais, por se tratar de um período escolar, a cirurgia nessa fase evitaria que a criança se exponha e eventuais gozações e apelidos que poderiam acarretar eventuais problemas de ordem psicológica.

Um planejamento antes da cirurgia e discussão com o cirurgião quanto às suas ansiedades e expectativas são o melhor caminho para a obtenção de um resultado satisfatório.

Lembre-se: A Otoplastia, assim como qualquer outra cirurgia plástica deve sempre ser realizada em centro cirúrgico, por um cirurgião plástico membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica e com o auxilio de um anestesista. 

  • Equipe experiente
  • Tratamento personalizado
  • Qualidade e segurança
  • Tratamento imediato

Sobre o cirurgião

Dr Milton Rocha Cirurgião Plástico em Recife
CIRURGIÃO PLÁSTICO
Dr. Milton Rocha

A cirurgia para correção de orelhas proeminentes, também conhecidas como orelhas em abano, pode ser realizada tanto em crianças como em adultos. A otoplastia tem como objetivo aproximar a orelha da cabeça e restaurar a harmonia do rosto.

Durante a consulta são avaliados o grau de proeminência e as alterações cartilaginosas específicas, levando em consideração as queixas e anseios dos pacientes. O exame clínico define as metas que se pretende atingir com a cirurgia. A cicatriz é deixada no sulco atrás da orelha em localização quase imperceptível.

Em adultos, as cartilagens auriculares apresentam uma “memória” mais importante e o tratamento cirúrgico precisa ser mais “intensivo”, através de enfraquecimento e até ressecções de cartilagens, para evitar a recidiva no pós-operatório. Em geral, a cirurgia é realizada sob anestesia local e sedação, durando cerca de uma a duas hora. A anestesia geral pode ser recomendada em alguns casos, principalmente em crianças.

Pacientes submetidos à otoplastia devem permanecer em repouso por 2-3 dias, mantendo a cabeça sempre elevada. O curativo colocado no final da cirurgia pode ser retirado após 1-3 dias, sendo que o paciente deverá utilizar uma faixa elástica por cima das orelhas por 2-4 semanas.

Devido ao edema (inchaço) do pós-operatório, o resultado final pode ser analisado somente após a reabsorção total do mesmo, que ocorre normalmente após 1 a 2 meses. As atividades físicas podem ser retomadas após 3-4 semanas, sendo que qualquer modalidade com risco de traumatismo deve ser evitada por 2 meses.

“As informações oferecidades neste site seguem os princípios da resolução do CFM 1974/2011 e do código de conduta Web de medicina e saúde, tem o propósito de educar e informar e não necessariamente são técnicas praticadas pelo cirurgião. Não substitui opinião médica em atendimento formal. A publicação de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento”.

FALE CONOSCO

Envie sua dúvida ou comentário

Para solicitações ou sugestões, bem como informações sobre cirurgias, preencha, por gentileza, os campos abaixo, que retornaremos o quanto antes.