Pós-operatório do implante de glúteo

A gluteoplastia é um procedimento cirúrgico em que é realizado o implante de uma prótese sob o músculo da região, para torná-la mais delineada. Geralmente, é possível a associação desse procedimento ao enxerto de gordura na área (lipoenxertia) para atribuição também de volume principalmente nas região laterais melhorando também a moldura glútea. Chamamos esse procedimento de gluteoplastia composta. Essa cirurgia traz resultados fantásticos!

A indicação do procedimento é voltada para pessoas que não têm a região das nádegas bem desenvolvida e desejam uma maior projeção e harmonia da mesma com o resto do corpo, atribuindo-lhe maior destaque.

Porém, é importante que os pacientes que realizarão o procedimento não sofram de ptose ou excesso de pele flácida na área do bumbum. A escolha da prótese deve ser feita de acordo com o tipo de glúteo apresentado pelo paciente.

A cirurgia é realizada a partir de uma incisão feita entre a região das nádegas, com o posicionamento da prótese na região do glúteo maior, deixando o resultado com aparência mais natural. Isso mesmo natural! Não precisa ficar artificial como muitos imaginam...

No pós-operatório não é obrigatório ficar de bruços , vc pode deitar normalmente por cima da prótese diferente do que se preconizava anteriormente .

Embora não haja necessidade de manter o repouso total, ou seja, no leito, pode haver a presença de certa dor e desconforto para caminha, por isso o paciente terá a prescrição de analgésicos passados pelo cirurgião para amenizar essas dores.

O retorno às atividades diárias, como a ida ao trabalho, pode ser iniciado dez dias após a cirurgia, porém, deverão ser evitados grandes esforços físicos até dois meses depois do implante, evitando forçar a prótese.